Home Editorial

Editorial

MENSAGEM DE FIM DE ANO

À TODOS OS AMIGOS E LEITORES, DESEJAMOS BOAS FESTAS E UM VENTUROSO 2017.

SÃO OS VOTOS DA EQUIPE DO CPIBRASIL.COM.

N.R.: Retornaremos as atividades em 09/01/2017.

TEMER: GOVERNO DA INÉRCIA

Em quase 07 meses de gestão do novo Governo Federal, que mudanças ocorreram em prol do da nação brasileira? Nenhuma. Os mesmos erros da gerentona Dilma, comete o sr. Temer; acercou-se de ministros envolvidos em processos e/ou falcatruas, os quais, em pouco tempo começaram a cair.  Plano e metas de governo, até agora, nadica de nada. Até o 'super-ministro' Meireles, está enrolado para conseguir colocar seu plano de ação para funcionar. O Planalto em 'coluio" com presidente do Senado, passando pelo presidente da Câmara Federal na tentativa de 'governabilidade fantasma', o quê produz é muito blá-blá-bla e nada de concreto. Como diriam os mais antigos, "Tudo como dantes, no quartel de Abrantes". O povo brasileiro continua na espera de mudanças que também  jamais virão com o atual Governo. "Panelaço" e protestos de rua voltaram a ocorrer; todavia os Governantes continuam visando as próprias prioridades. A má fé e mau-caratismo agora são tão flagrantes que aproveitaram a comoção popular com a catástrofe do acidente envolvendo o time da Chapecoense que, na 'calada da madrugada" modificaram em favor próprio o Projeto Anti-corrupção, na tentativa de se livrarem das 'garras' da Lava-jato.

"Pau que nasce torto, não tem jeito. Morre torto".

Pedir ajuda ao Bispo, não resolve. Só nos resta, irmos para as portas do Quartéis do E. B.

BOAS FESTAS!!!!

FELIZ NATAL & VENTUROSO 2016!!!!!

SÃO OS VOTOS DA NOSSA EQUIPE A TODOS OS AMIGOS E LEITORES.

N.E. Retornaremos ás atividades em 03/01/2016.

PAÍS PARADO no COMÉRCIO

O desempenho ruim no comercio entre os meses de janeiro e abril, deixou um futuro negro para o país. O encalhe de produtos, principalmente os da Copa do Mundo. Estoques completamente encalhados, refletem a fraquissima venda, e,  é a resposta dada pela nação ao Governo, insatisfeita com tanta corrupção e desmando. Todas as obras relacionadas ao evento estão mais que provadas os superfaturamentos. Não é atoa que os protestos populares pedem escolas, saúde, segurança e transportes 'padrão Fifa', dentre outros. De nada adianta ao Planalto promover campanhas de incentivos aos torcedores nos meios de comunicação. A revolta é evidente e notória em todos os sentidos. A Copa das Copas, são existirá nas cabeças dos governantes. A decepção é geral. Inclusive no exterior. Ao assinar o documento de intenções para a Fifa, o ex-presidente Lula, o 'marolinha', prometeu 'mundos e fundos', já sabendo que não iria cumprir na sua totalidade. E com a cara mais deslavada do planete, ainda vem a público dizer que metrôs e sistema de transporte decente, é luxo. Que o povo tem que ir à pé ou montado em jegues. Que o importante é torcer e ter segurança. Perguntamos: Que segurança? se os índices de violência só faz aumentar.

 

AGORA O 'BICHO' VAI PEGAR!!!

Se a união de Marina e Campos, provocou verdadeiro alvoroço nos corredores do Planalto. A declaração do presidente do STF, Joaquim Barbosa, admitindo uma candidatura à cadeira presidencial, a presidanta Dilma será atingida por 'tsunami' gigantesco. Já há algum tempo, a nação cogita do nome do 'paladino da Justiça' afim de moralizar em todos os sentidos o país. Certamente, que as manifestações de rua, vão encampar e engrossar fileiras nesse sentido. E diz o adágio popular: "A voz do povo é a voz de Deus", em se concretizando o fato, a esperança de um Brasil sério, justo e atento às solicitações que atenda aos clamores de um povo sofrido e execrado pelos governantes, será realmente revigorada. Após logo e tenebroso 'inverno', surge alguem que inspira confiança por todos os lados.

oxalá, num futuro bem próximo, possamos gritar:

VIVA O BRASIL!!!!!

Por: Roy Lacerda.

A FARSA DOS 14º E 15º SALÁRIOS

 

 

 

 

 

 

 

Após acabar(?) com o 14º e 15º salário e de ter restituído o respectivo IR não pago pelos parlamentares, o Congresso Nacional vai solicitar de volta o montante devolvidos aos cofres públicos. Entendeu o Conselho administrativo de Recursos Fiscais que  as remunerações são ajudas de custo e não renda como o salário. Assim, não poderiam ser tributadas pelo Leão. O senado já conta com jurisprudência para solicitar o reembolso dos R$5 milhões pagos pela casa. Fatalmente a Câmara seguirá o mesmo caminho e, o montante orçar em bilhões. O parecer foi dado a um recurso apresentado pela ministra Ideli Salvatti (aquela mesma que usa helicóptero conveniado ao Samur), por ter sido autuada em 2007 pela Receita Federal por não ter pago o IR referente aos 14º e15º salários. Entendeu o conselheiro Antonio Lôpo Martinez que, os salários extras como 'uma remuneração vinculada à 'atividade legislativa' por isso não há impostos. Tal decisão abre brechas para que todos parlamentares solicitem o reembolso, como no caso do Renan "Escandalheiros" que o pedirá. A verdade é que a classe política não se congorma em meter a mão no próprio bolso. E quando se trata de perder 'algum', movimenta-se imediatamente para recuperá-los.

Pode até ser legal. Mas. é altamente imoral. E a nação brasileira sempre pagando 'pato'.

Por: Roy Lacerda.

PLANALTO GARFA A NAÇÃO

O Governo Federal irá socorrer com aportes financeiros as maiores companhias de aviação do Brasil. A Tam, Gol, Avianca e a recém-criada, Azul, terão financiamentos de milhões de reais, através do BNDES. Quer dizer: dinheiro da nação. È inadmissível a Presidenta concordar em socorrer empresas privadas, as quais não denotam nenhum respeito pelos seus passageiros. Quem não tem competência, não se estabelece. Provado mais uma vez, está que, o Planalto dispões de recursos suficientes para atender a todas reclamações populares que deram e continuam dando origem às manifestações das ruas e, não o faz por total desrespeito a nação. O sistema elétrico está totalmente parado  há mais de 2 anos e atualmente está falindo. Vide a situação das hidrelétricas de Jirau e Mamoré no rio Madeira. Outro descalabro, é a utilização dos jatos da FAB que já esgotaram todas as horas de vôos previstas para o ano em curso. E sabem porque? Os políticos continuam descaradamente viajando em companhia de toda a família.

Alem de vergonha na cara, falta ao Governo, vontade política.

Por: Roy Lacerda.

TRANSFERINDO RESPONSABILIDADES

 

 

 

 

 

A incompetanta Presidanta, tira o 'braço da seringa' e transfere as responsabilidades palacianas pra o Congresso. Deu para ouvir o grito; Vai" que é tua, Renan!". Na reunião ocorrida com seus pares, não convenceu a ninguem. Os pontos abordados, são os mesmos prometidos em épocas passadas. Portanto, tudo como dantes no quartel de Abrantes. O responsável por toda essa 'cagada' é o Poder executivo e não o legislativo. O ministro Mercandante por exemplo, está em pânico. Ontem só fez falar "abobrinhas'. A vontade da Presidanta em querer convocar uma constituinte para efetuar a reforma política é motivo de piada nacional. Constituintes, são realizadas para varios assuntos. O vandalismo, dona VANDA, é fruto das asneiras praticadas pela classe política, inclusive a senhora. Urge que pegue a caneta e aja! Use as atribuições de Presidente. Sancione. A hora é de ações claras, objetivas e necessárias. Mas não venha com novas MPs ou PECs.

Por: Roy Lacerda.

O PAIS DO SEM JEITO

MOMENTOBRASIL.COM(Comentário): O governo Dilma tornou-se uma carreta descendo a ladeira e sem freios. Os escândalos, o topete que sempre marcou a personalidade, a impáfia arrogante no trato com funcionários do palacio, o chá de cadeiras dado aos ministros e parlamentares da oposião, o tiro no próprio pé quanto ao setor elétrico e, por fim, o desrespeito a Constituição Brasileira ao permitir que o mesmo partido possa comandar o Congresso Nacional, no caso o PMDB, onde dois dos seus filiados presidem a Câmara Federal e Senado respeciivamente o qual não possui a mínima condição de falar a palavra 'ética', muito menos falar de. Resta-nos perguntar: "Que país È esse? Que nação de cordeirinhos È essa? como fazer um site

N.E. matéria publicada em parceria.

ANO NOVO, VIDA NOVA!

 


QUE O ANO DE 2013, SEJA REPLETO DE REALIZAÇÕES, SUCESSO E PAZ!!!!!!
SÃO OS VOTOS DA EQUIPE DO CPIBRASIL.COM

COMUNICADO

 

Comunicamos aos amigos leitores que, em virtude de manutenção técnica, estaremos sem publicação de matérias por 72 horas apartir da O hora de hoje .

Um forte abraço da

REDAÇÃO.

DESVIANDO O FOCO

A capacidade dos políticos e governantes em se auto-promoverem e angariarem alguma projeção, causa-nos "frouxos de risos" como diria o "primo rico' personagem do humorístico "Balança, mas não cai". A PresidAntA invade os lares brasileiros em pronunciamento nacional, para falar das redução das tarifas de energia, na tentativa de colocar 'positivades' nas campanhas eleitorais petistas, desgastadas sem precedentes com os resultados do julgamento do mensalão, mas esquece-se que, existe no TCU (Tribunal de Contas da União), pauta a respeito do processo que fatalmente resultará em devolução de R$7 bilhões em tarifas cobradas indevidamente(2001 e 2010) aos consumidores, pois, o voto do ministro relator Valmir Campelo foi favorável. Governo e distribuidoras mesmo ganhando algum tempo com o abominável 'pedido de vistas" pela Mesa Diretora do Senado, obrigam aos ministros aguardarem uma data para que o referido processo entre novamente em pauta. Todavia, tudo leva a crer que, a maioria deles deverá acompanhar o voto do relator. Que o Planalto, não venha dizer que que essa redução de tarifa, é fruto da devolução a que o contribuinte tem direito. Afinal, o Brasil e brasileiros merecem RESPEITO TOTAL.

PERDA INCALCULÁVEL

EDITORIAL:

A situação política do Paraguai, está deixando o Governo Brasileiro em polvorosa. O Brasil é o país que tem mais a perder com a mudança presidencial paraguaia. A começar pela usina de Itaipu, a ponte da amizade etc. A presidenta Dilma, tem um grande 'abacaxi' nas mãos e tem que encontrar uma saída rapidamente. Na próxima sexta-feira, assume o comando do mercosul, tendo aí, os meios de solidificar o Brasil como maior expoente sulamericano e firmar-se como uma governante de pulso, obtendo alguma popularidade no exterior. O primeiro passo foi dado, quando posicionou-se moderadamente quanto a situação do presidente Fernando Lugo, tendo o aval do Obama dentre outros Chefes-de-Estado. Contudo, não poderá esquecer que a Rio+20 não teve o sucesso esperado, deixando muito a desejar; que essa situação sirva de exemplo no futuro, pois, o farol de advertência está aceso.

(Roy Lacerda).

LAMPIÃO e o FOGO da MARANDUBA


O ferrenho combate denominado “Fogo da Maranduba”, ocorreu no dia 9 de janeiro de 1932, na Fazenda Maranduba, município de Poço Redondo, aqui no nosso querido Estado de Sergipe, cujo intenso e sangrento tiroteio é considerado um dos três maiores enfrentamentos entre cangaceiros e policiais volantes na história do cangaço. Dizem os pesquisadores e historiadores que esse combate só é comparado à sangrenta batalha de Serra Grande, em Pernambuco e ao não menos cruento embate de Serrote Preto, nas Alagoas. As baixas em Maranduba foram muitas e das polícias volantes comandadas pelos audazes combatentes perseguidores Tenente Manuel Neto e  Capitão Liberato, contabilizaram-se oito mortos e diversos feridos, enquanto que, por parte dos perseguidos cangaceiros somente três mortos e um ferido.

Sem sombra de dúvida, os três combates acima citados se notabilizaram por seus aspectos grandiosos e pela engenhosidade de um líder inconteste, o famigerado estrategista Lampião. O famoso bandoleiro à frente de seus cangaceiros, sempre em inferioridade numérica viria a alcançar essas três vitórias fragorosas, imprimindo vergonha às hostes governamentais, provando assim que as Forças policiais volantes agiam mais com a emoção transpondo a própria razão, que na verdade não passavam de atrapalhados soldados de guerra e apesar das diversas batalhas desenvolvidas com os cangaceiros em aproximadamente vinte anos de atuação, nunca conseguiram atingir os seus objetivos, a não ser em 28 de julho de 1938, mesmo assim por conta da traição do coiteiro Pedro de Cândido – torturado ou não – que levou o então Tenente João Bezerra da Força policial alagoana até a grota do Angico, em Sergipe, massacrando o bando de surpresa em uma madrugada e pondo fim à carreira criminosa do maior dos cangaceiros das terras nordestinas.

Adentrando na questão dos personagens policiais militares que participaram do “Fogo da Maranduba”, bem verdade é que o Tenente Zé Rufino da Força policial baiana, o “grande caçador de cangaceiros”, se fez presente nessa refrega, mas não em comando e sim comandado pelo Tenente do Exército Brasileiro, Liberato de Carvalho. Das baixas fatais da Força pública, quatro pertenciam à tropa do Capitão Liberato de Carvalho, da Bahia, e quatro da tropa do bravo nazareno Tenente Manoel Neto, de Pernambuco. Do pelotão sob o comando do Capitão Liberato de Carvalho sucumbiram Elias Marques, João de Anízia, Pedrinho de Paripiranga e Manoel Ventura. De Nazaré, ou seja, dos nazarenos comandados por Manoel Neto, morreram no combate Hercílio de Souza Nogueira e seu irmão Adalgiso de Souza Nogueira, João Cavalcanti de Albuquerque e Antônio Benedito da Silva.

Da batalha que teve início por volta do meio dia e se estendeu até o por do sol, consta que ali estavam os cangaceiros se preparando para comer, para depois nas pias existentes, ou seja, nas águas empoçadas entre as pedras, abastecerem os seus cantis e seguirem sertão adentro nas suas tristes sinas de crimes de todos os tipos e eterna fuga. Naquele dia, pensando surpreender o bando, os policiais volantes no escaldante sol, se aproximaram pela caatinga da Fazenda Maranduba, mas terminaram cometendo os mesmos erros de combates anteriores. Contando como vitória certa os policiais subestimaram os adversários, principalmente por se encontrarem em supremacia numérica de homens que era de aproximadamente três vezes mais, daí acabaram envolvidos por várias linhas de tiros engenhosamente armadas por Lampião e seus comandados.

Desse sangrento combate, em rápida análise, qualquer um pode imaginar, que a despeito das batalhas de Serra Grande e Serrote Preto, mais uma vez, os comandantes das Forças policiais presentes em Maranduba, acreditaram que a superioridade que detinham em homens e armas seria um fator de desequilíbrio no embate, dando provas de que a inteligência que deveria haver inerente aos verdadeiros líderes sempre ficou abaixo dos arroubos das suas valentias. A raiva, a fúria e a arrogância foram confrontadas com o sangue-frio, a paciência e a inteligência de Lampião.

Assim, cautelosamente Lampião, como grande estrategista de guerrilhas que era, postou seus homens entrincheirados em sete Umbuzeiros ali existentes, de modo que os soldados ao entrarem arrojadamente no campo de fogo, ficaram cercados, encurralados, ou seja, em fogo cruzado, feito baratas tontas, alvos fáceis dos cangaceiros.

Ressalta-se que nesta batalha, para a importância na história das lutas sociais do Nordeste, outro ponto há de ser ressaltado, ou seja, referente à participação efetiva dos aguerridos e temíveis nazarenos, os homens de Nazaré, uma Força policial pernambucana dedicada em tempo integral na  caça a Lampião e seu bando, corajosos policiais lendários dos sertões nordestinos, famosos pela persistência de não desistirem nunca do seu objetivo, destemidos cabras-machos que andaram nos rastros dos cangaceiros por cerca de vinte anos.

Em recente visita ao cenário da batalha notei que pouco se conservou. A casa sede da Fazenda Maranduba toda ruiu, a vegetação típica da caatinga da época virou uma grande roça de palma para alimentar o gado, poucas pedras, as pias secas, apenas três dos enigmáticos Umbuzeiros ainda persistem em viver, além da Cruz que marca o local do sepultamento dos policiais, testemunham contra o tempo, aquela que foi uma das mais significativas vitórias de Virgulino Lampião.

Autor: Archimedes Marques (Delegado de Policia no Estado de Sergipe. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Pública pela Universidade Federal de Sergipe) Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

SALVE 19 DE ABRIL!

Os nossos parabéns ao Exército Brasileiro, única instituição no país, 100% confiável. E não foi por mero acaso que, o Mal. Cândido Rondon (descendente de índios), iniciou a luta para defendê-los, dando inicio a fundação da Funai, órgão pelo qual não entendemos que em pleno século XXI, não seja presidida por índios, quando temos atualmente varios representantes das várias etnias, tendo o curso superior. Salve ao dia do Ìndio e do Exército!!!!!

FELIZ PÁSCOA!!!!!

E QUE SAIBAMOS PRATICAR OS ENSINAMENTOS DO MESTRE DOS MESTRES.

VAMOS CRIAR A CCPMEF?

Não há como deixar de transcrever o artigo de Ruth de Aquino
"Quem falar que resolve a saúde sem dinheiro é demagogo. Mente para o povo.”
Dilma está certa. É urgente. Em lugares remotos do Brasil, hospitais públicos são mais
centros de morte que de cura. Não é possível “fazer mágica” para melhorar a saúde, afirmou Dilma.
Verdade. De onde virá a injeção de recursos? A presidente insinuou que vai cobrar de nós, pelo
redivivo “imposto do cheque”. Em vez de tirar a CPMF da tumba, sugiro criar a CCMEF:
Contribuição dos Corruptos Municipais, Estaduais e Federais. A conta é básica. A Saúde perdeu
R$ 40 bilhões por ano com o fim da CPMF, em 2007. As estimativas de desvio de verba pública
no Brasil rondam os R$ 40 bilhões por ano. Empatou, presidente. É só ter peito para enfrentar as castas. Um país
recordista em tributação não pode extrair, de cada cheque nosso, um pingo de sangue para fortalecer a Saúde.
Não enquanto o governo não cortar supérfluos nem moralizar as contas. Uma cobrança de 0,38% por cheque é,
segundo as autoridades, irrisória diante do descalabro da Saúde. A “contribuição provisória” foi adotada por Fernando
Henrique Cardoso em 1996 e se tornou permanente. O Lula da oposição dizia que a CPMF era “um roubo”,
uma usurpação dos direitos do trabalhador. Depois, o Lula presidente chamou a CPMF de “salvação da pátria”.
Tentou prorrogar a taxação, mas foi derrotado no Congresso. A CPMF é um imposto indireto e pernicioso.
Pagamos quando vamos ao mercado e mesmo quando pagamos impostos. É uma invasão do Estado nas
trocas entre cidadãos. Poderíamos dizer que a aversão à CPMF é uma questão de princípio.
Mas é princípio, meio e fim. Não é, presidente? “Não sou a favor daquela CPMF, por conta de que
ela foi desviada. Por que o povo brasileiro tem essa bronca da CPMF?
Porque o dinheiro não foi para a Saúde”, afirmou Dilma.
E como crer que, agora, não haverá mais desvios? Como acreditar?
O Ministério do Turismo deu, no fim do ano passado, R$ 13,8 milhões para uma ONG treinar 11.520 pessoas.
A ONG foi criada por um sindicalista sem experiência nenhuma com turismo. Como acreditar?
A Câmara dos Deputados absolveu Jaqueline Roriz, apesar do vídeo provando que ela embolsou
R$ 50 mil no mensalão do DEM. Como acreditar? Os ministros do STF exigem 14,7% de aumento para passar
a ganhar mais de R$ 30 mil. Você terá reajuste parecido neste ano? O orçamento do STF também inclui obras
e projetos, como a construção de um prédio monumental para abrigar a TV Justiça. É prioridade?
O Congresso gasta, segundo a organização Transparência Brasil, R$ 11.545 por minuto.
O site Congresso em Foco diz que cada um de nossos 513 deputados federais custa R$ 99 mil por mês.
Cada um dos 81 senadores custa R$ 120 mil por mês. São os extras. E o Tiririca ainda não descobriu
o que um deputado federal faz. “É sério. Vamos ter de discutir de onde o dinheiro vai sair (para a Saúde).”
Tem razão, presidente. Mas, por favor, poupe-nos de seu aspirador seletivo.
A senhora precisa mesmo de 39 ministérios consumindo bilhões? Aspire os bolsos gordos da turma do Novais,
do Roriz, do Sarney. Apele à consciência cívica dos políticos e juí­zes que jamais precisaram do Sistema Único
de Saúde. Vamos criar o mensalão da Saúde.
Um mensalão do bem, presidente. Corruptos que contribuírem serão anistiados. ONGs fantasmas, criadas com
a ajuda de ministros & Cia., terão um guichê especial para suas doações. O pessoal que já faturou por fora
com a Copa está convocado a dar uns trocados para a Saúde.
Enfiar goela abaixo dos brasileiros mais um imposto, nem com anestesia.
Um dia nossos presidentes entenderão o que é crise de governabilidade. Não é a revolta dos engravatados em
Brasília nem a indignação dos corredores e gabinetes.
A verdadeira crise de poder acontece quando o povo se cansa de ser iludido.
Os árabes descobriram isso tarde demais.
Deitavam-se em sofás de sereias de ouro, cúmulo da cafonice.
Eles controlavam a mídia, da mesma forma que os companheiros do PT estão tentando fazer por aqui.
Não deu certo lá.
Abra o olho, presidenta.
OBS:
Veio da presidência da república a ordem expressa para a recriação do "imposto do cheque"
ou assemelhado.
Os "trabalhos" nas duas casas legislativas para ressuscitar esse assalto aos nossos bolsos estão
de vento em popa. Virá como um petardo sobre os contribuintes extorquidos diariamente pelos
impostos imorais que já pagamos.
Se não houver mobilização por parte da sociedade seremos engulidos por essa imoralidade
que nos desrespeita e agride como um chute em nosso traseiro.
Temos de demonstrar à essa marionete que somos nós quem mandamos nela e não o contrário.
Chega de roubalheira custeada com os nossos impostos.

VIVA!!!!! BRAVO!!!!!

Até que enfim Governo baiano e grevistas comungam na mesma cartilha. O desespero dos baianos acabou!!!!!!

A REDAÇÃO.

O PORQUÊ DA REPÚBLICA

O PORQUÊ DA REPÚBLICA

Adotada há 122 anos, o Brasil adotou o regime republicano, com a precípua medida da limitação dos interesses privados (os da monarquia), em favor dos interesses públicos. Mas após o regime militar, vê-se que o objetivo ainda não foi alcançado. Excetuando-se os presidentes Vargas e JK (e que saudade), os demais presidentes não tiveram essa preocupação. E lamentávelmente, a partir dos anos 90, com um presidente ‘collorido’,  vê-se a corrupção alastrar-se a cada dia, principalmente nos últimos 16 anos. O regime democrático, não passa de mera UTOPIA. A inscrição da bandeira nacional, serve apenas para ‘inglês ver’. Pois, a realidade é totalmente oposta a “ Ordem e Progresso”. A dura verdade nua & crua, é: ‘Desordem e Retrocesso’; significando corrupção à toda prova, e interesses escusos, a serviço de políticos, amigos e afilhados. Escândalos incontestes no dia a dia, são manchetes nos meios de comunicação, movidos pelo sucateamento do Estado, em níveis de 1º e 2º escalões na administração governamental aos partidos políticos, em nome de suposto fortalecimento e governabilidade, a qual, mas parece a linha do equador: todos sabem que existe, mas ninguém vê. Desde os idos de 1.500 que o país, é roubado nas suas finanças e riquezas e o povo sendo massacrado e achincalhado por aqueles que detém o poder. Até quando tal situação vai perdurar? Só Deus sabe!!!!!!!

A PREFERÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL

Nas caladas da noite, expediente MOR na Pça dos 3 poderes:

È preciso respeitar-se a Constituição Federal e, principalmente o regimento da Câmara dos Deputados que prevê intervalo de 5 sessões entre o primeiro e segundo turno de votação. O governo conseguiu durante a madrugada do dia 9, a votação em 1º turno da prorrogação da Desvinculação das Receitas da União ( DRU), a qual permite ao governo gastar como quiser, até 20% de sua arrecadação até 2015, e tentou de todas as maneiras aprovar também em nova votação na mesma hora, sob a alegação de que o Brasil precisa enfrentar a crise econômica, a duração da aprovação do texto base, durou mais de 6 horas em discussões, arrastando até o final, numa jogada articulada pela oposição para esgotar-se o tempo. A atuação do governo federal e aliados, a cada dia passa a ser de conseguir à todo custo, seus interesses. 20% da arrecadação dos cofres públicos federais é uma grana pra lá de incalculável. E gastá-lo ao bel´prazer, em nome do enfrentamento de crise, é brincar com a inteligência de todos. Querer sempre levar  vantagem em tudo e à força, é domocradura acintosa.

(Por Roy Lacerda).

11.11.11

Números cabalísticos? dia de sorte? onde? no país da Alice? só se for à 2 km depois do local onde o vento faz a ‘curva’.

 

O QUÊ MUDA NO BRASIL  APARTIR DE HOJE?

NADA!  o brasileiro continuará sofrendo. Continuará o desemprego, a educação calamitosa,  a saúde pública na UTI, a insegurança de ir e vir, as famílias trancadas atrás das grades das próprias residências dentre outros abusos.  Os governantes continuarão com as promessas não cumpridas. Os políticos olhando os próprios interesses e alimentando cada vez mais a corrupção no país. Escândalos em sucessão alarmante. Em suma: Tudo como D’antes no quartel de Abrantes. E o Brasil seguindo na tua ‘sina’. O rei da corrupção e impunidade mundial.

 

PARTIDOS VÉRSUS PRESIDÊNCIA.

 

AFINAL DE QUEM SÃO OS MINISTÉRIOS de BRASÍLIA?

A decisão da bancada do PDT em afastar-se da base aliada, caso o ministro pedetista Carlos Lupi venha a ser demitido, comprova que a esplanada dos ministérios é  propriedade dos partidos políticos. O PCdoB, dias atrás, defendeu ferrenhamente a manutenção do ministério dos esportes e  continuou sob seu poder. Instalou-se no DF, verdadeira queda-de-braço entre  a Presidência do Brasil e partidos políticos, que na verdade não passam de acolhedores de políticos, pois, de há muito perderam suas identidades ideológicas e suas bandeiras servem apenas como logo-tipos para diferenciar-se dos demais. Qual partido mantem a sua ideologia citada no próprio estatuto?  NENHUM! Para exemplificarmos utilizando apenas os dois partidos citados:  A bandeira do PDT é a educação. Fez o quê nos últimos 8 anos atuando como aliado do governo federal, com referência  a educação? A bandeira do PCdoB, é o socialismo. Fez o quê pelo socialismo? O  que vemos, é a mudança constante da classe política migrando para outra legenda e cada qual levando a própria ideologia no desempenho do mandato. Em nome de uma governabilidade inexistente,  a presidente Dilma Rousseff vê-se  em  tremenda saia-justa por faltar-lhe coragem. Seu pavio curto, só funciona no trato com os subalternos(servidores) do gabinete e palacio. Esse fato,  lembra–nos a velha anedota do papagaio: “Ou dá, ou desce!. Ou seja: ou a Presidente cede, ou perde a maioria no Congresso nacional. A isso, chamamos de CHANTAGEM. Farinha pouca, meu pirão primeiro!!!!!!!

TRISTE BRASIL

 O  deputado estadual fluminense Marcelo Freixo (PSOL) deixará o país depois de afirmar que está recebendo ameaças de morte de integrantes de milícias. Freixo presidiu a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Milícias, da Assembleia Legislativa do Rio, que investigou a atuação de grupos criminosos integrados por políticos, policiais e ex-policiais em comunidades do Estado. Ele inspirou o personagem do filme “Tropa de Elite 2”.  Segundo Freixo, ele resolveu aceitar um convite da organização não governamental Anistia Internacional para morar na Europa por algum tempo. O parlamentar diz que vem sofrendo ameaças de morte desde a época da CPI, em 2008, mas, nos últimos meses, elas se intensificaram. Uma das principais ameaças foi detectada pela Coordenadoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública. De acordo com uma denúncia, o ex- policial militar Carlos Ary Ribeiro, o Carlão, teria recebido R$ 400 mil para matar o deputado.

È inadmissível que fatos como esse continuem ocorrendo no Brasil. Onde estão os poderes constituídos? E o judiciário, faz o quê? Afinal qual o papel do Estado Brasileiro? E o respeito e cumprimento da Carta Magna, anda por onde? E pasmem! Não é um João Ninguem quem está fugindo do seu país para salvar a pele. È um homem público. Já não basta a morte recente de uma juíza? Afinal, vivemos num país livre ou não? O DIREITO DE IR e VIR, assegurando na Constituição, tem que ser respeitado e cumprido pelo Estado. A presidente Dilma Rousseff, tem que assumir de fato o comando da nação. O fato acima é uma vergonha nacional. Por essas e outras, que somos conhecidos lá fora como preguiçosos e ladrões. TRISTE BRASIL do século XXI.

POUPANÇA: GOVERNO VAI MEXER

    

                  O Planalto que reduzir os ganhos da poupança, atualmente em 6,16% .a.a mais a TR, para 80% da selic. Mais a taxa referencial. O ex-presidente collorido, deu-se mal ao mexer nas cadernetas de poupança, única perspectitva que o povão tem, quando consegue guardar algum. O governo pretende encaminhar ao Congresso Nacional, já no primeiro trimestre de 2012, projeto de lei com as novas regras, para o rendimento das cadernetas. A proposta mais factível é a substituição dos juros fixos de 0,5% ao mês, ou seja: 6,16% ao ano, por um redutor de 20% da selic mais TR e que não será extinta. A dúvida, é que ainda não se sabe se as novas regras valerão para todas as cadernetas, ou, se vigorará somente para as aplicações em novas poupança. O medo maior do Planalto, é não provocar um saque em grande escala, pois, é com esse dinheiro que a C.E.F.  efetua a maioria dos financiamentos que administra. De qualquer sorte, é bom ficar-se atento, pois as decisões governo federal quase sempre FERRAM o povo.

VIOLENCIA SEM FREIOS.

Salvador continua entregue à marginalidade. Sái Secretario, entra Secretário da Segurança Pública e o governo não consegue sucesso no combate aos criminosos. A luta, chega a ser de 'gato e rato". O crime continua ganhando e de goleada. A começar pelo 'armamento", ousadia e sagacidade. E a pergunta que não quer calar: como sediar jogos da Copa do Mundo e cpntinuar como ciade turística? Os soteropolitanos, já nao aguentam mais ser a populaçao enjaulada nas próprias moradias. sair às ruas, é um verdadeiro sufoco. A incerteza do retorno ao lar, está sempre no pensamento dos munípes. A vida humana está banalizada e ja faz tempo. A citação aos turístas da cidade deve ser urgentemente mudado: do outrora, "sorria, você está na Bahia", para: cuidado! a Bahia não te dá garantias.

Editorial

O bem sempre vence. Diz a Doutrina Espírita, que, o mal é a ausência do bem. E concordamos. Após grandes dificuldades no contato com o Googles e Administradores de blogs, conseguimos saber o motivo pelo qual o cpi-brasil.blogspot.com foi bloqueado e consequentemente suspenso. (virus nos gadgets, foi a alegação). Retiramos todos. Voltamos a solicitar nova revisão e consequente liberação, fato que não ocorreu. Restou-nos, partir para a contenda no Campo Judicial. Retornamos agora na condição de site: CPIBRASIL.COM, com a mesma linha editorial de antes. Somos uma equipe formada por Profissionais da Imprensa, sérios e indenpendentes. Nao temos telhado de vidro, nem rabo preso com ninguem. Aqui noticiamos, informamos, comentamos, denunciamos e criticamos quando mister se faz. Continuamos a ser o elo de ligação entre o povo e os governantes. Aqui as denuncias que chegarem à redação, serão publicadas. Afinal o nosso slogan é:  NOTÍCIA POR INTEIRO. E o Brasil será mostrado de norte a sul, doa a quem doer. Goste quem gostar.

Um forte abraço a todos os seguidores, amigos e leitores. 
(Roy Lacerda/ Editor-chefe).

A GUERRA FOI DECLARADA

A presidente Dilma, recebeu um forte 'cruzado' de esquerda e na ponta do queixo. A base aliada, composta dos 14 partidos, emitiu um aviso aos integrantes do Palacio do Planalto. Um grito de guerra, foi ecoado por 200 deputados ao declararem que não votarão absolutamente nada e, se por ventura votarem, o farão com o objetivo de derrotar o governo. O governo Federal, assim, está encurralado mais cedo dom que se previa, e com grandes posssibilidades da Presidência da República ficar sózinha. A atual crise política envolve muita grana dos cofres da nação. Nervos, estão à flor da pele. Um recuo da Presidente quanto ao combate à corrupção, pode ser o inicio da saída para contornar o cáos, se a aprovação das emendas da PEC 300 (piso salarial dos policiais militares) e emenda 29 (que fixa percentuais de gastos) pela União, Estados e Municípios no tocante à saúde. Encostada às 'cordas', valeu-se do padrinho Lula, o qual aconselhou-a a nâo mais esticar a corda", afim de não irritar ainda mais o PMDB, o qual garante no momento a governabilidade. Lê-se então nas entrelinhas: fechar olhos e ouvidos a tudo que que se referir a desvios e saques ao tesouro. Assim sendo, voltamos ao tempo do 'EU NÃO SEI DE NADA!". Só nos resta dizer: TRISTE BRASIL!!!! (Por Roy Lacerda).

A ESCALADA DE ESCÂNDALOS CONTINUA.

E a bola da vez, agora é o Ministério das Cidades, tendo como titular da pasta Mario Negromonte(PP/BA) e que controla um orçamento de 22 bilhões. Segundo a revista Veja em sua mais recente edição, acusa-o de oferecer mesada de R$30 mil(instituição de um "mensalinho") para os deputaddos da própria bancada em troca de apoio a ele, numa possível disputa contra o ex-ministro Marcio fortes. O ministro inicialmente defende-se dizendo:"Sei que há boatos. Nao me cabe ficar comentando boatos". Ocorre que, a presidente Dilma Rousseff preferia que Fortes continuasse a frente do Minsitério das Cidades, mas teve que aceitar a indicação da bancada do PP na Câmara e a vontade do governador Jaques Wagner(PT/BA). Partimos do princípio, de que: Onde há fumaça, há fogo!. E a própria declaração inicial do ministro, deixa transparecer que o Palacio do Planalto e a Esplanada dos Minsitérios, irão participar de mais um incendio. A Presidente vive atualmente a cada dia, sua agonia. Ou melhor: a cade mês, no escândalo. "Nunca antes na história desse país, vivemos épocas tão tenebrosas. Até quando a nação brasileira, irá assistir o mesmo filme? constando o mesmo roteiro dos noticiarios? O mesmo enredo? Corrupção e mais corrupção. E o pior: o mesmo final: GRANDES PIZZAS.
(Por Roy Lacerda).

Cuidado com o AI-5 do PT, o “AI-13”

A “reforma política” de Lula e José Dirceu, apresentada pelo Henrique Fontana, o boneco de ventríloquo, é o AI-5 do PT, com uma diferença: o ato do Regime Militar cassava os eleitos. O Apedeuta e o “chefe de quadrilha” (segundo a Procuradoria Geral da República) querem cassar os eleitores. Se não houver mobilização do que resta de consciência cívica no país, o PT vai lotar o Parlamento de tipos como Delúbio Soares e Hamilton Lacerda, o mala-preta do caso dos aloprados. Todos estão de volta ao partido, devidamente “perdoados”. Falta, agora, conduzi-los ao Congresso. Como pode ser difícil pela via eleitoral, então que se dê um pé no traseiro do eleitor. É o AI-5 do PT; é o AI-13!(Por Reinaldo Azevedo/VEJA )
CPIBRASIL.COM (COMENTA)
Como informa a materia acima, o chefe da quadrilha é o José Dirceu, atualmente uma Eminência Parda, servindo de carta-coringa da Presidente, e todos os citados e envolvidos nos sabidos escândalos, estão de volta ao cenário político e aos poucos vão sendo colocados em postos estratégicos do governo, a exemplo do que foi colocado no ministério da defesa e que o ex-minirtro da pasta nada gostou. O ZÈ "Mensalinho" Dirceu, como o chama o amigo Indignado(blog Tribuna Brasil), continua sendo o grande conselheiro da Chefe-de- Estado do Brasil. Portanto, não nos surpreenderá se dentro de algum tempo, a naçao verde e amrela, sofrer novo golpe.
(Roy Lacerda).

A BOLA DA VEZ: IMPRENSA e JUÍZES.

O governo da presidente Dilma Roussef, trilha pela mesma conduta do padrinho político. Varrer a sujeira do planalto para debaixo do tapete, tentando tapar o sol com peneira. Inicia uma 'faxina" muito fajuta e pára antes da metade, e que não passou de um 'cala boca', pensando que a nação é enganada com bobagens. Tudo como se diz na gíria, 'para inglês ver'. Agora volta à carga, tentando amordaçar a imprensa, mas, usando palavras e termos diferenciados do antecessor. Agora, quer a regulamentação dos atos da Imprensa. Mas a intenção real e amordarçá-la, tolindo o livre direito de expressão e ação dos profissionais, que simplesmente fazem o trabalho de noticiar os fatos acontecidos no país. Ontem, em rede nacional não incluiu uma virgula a respeito do assunto. Acreditamos por saber de antemão que seria alvo de críticas de norte a sul. A Presidente, sabe melhor que ninguem, pois foi guerrilheira, que uma democracia se faz com liberdade de expressão e uma imprensa livre, dentre outros direitos. Essa mesma imprensa que hoje tenta calar, no passado foi-lhe tremendamente útil. Não podemos tolerar  tanto descalabro, muito menos, dois pesos e duas medidas. Contra fatos, não há argumentos: ou será que não querer o jornalismo partidário, é diferente de proíbir? O que o governo chama de partidarismo, é o 'jornalismo investigativo'. O papel da imprensa, é informar, investigar, criticar e comentar todos os fatos, doa a quem doer. A nação brasileria, por certo, não aceitará nenhuma restrição ao módus-operandi da livre informação, resultante do desempenho jornalistico, pois, depende dela para inteirar-se de tudo que acontece no país em seu dia a dia. O desespeito governamental, chega ao ponto de atingir o Judiciário, quando nada faz para defender os magistrados que são alvos de criminosos, cada vez mais ousados pela certeza da impunidade. Onde está a atuação do Estado Brasileiro nesta questão? Por esses e outros atos nefastos do planalto, que querem esconder e proibir que a imprensa noticie. ACORDA BRASIL!!!!!!

Banner